Bizarre Love Triangle

Oi pessoal. Esse post não foi escrito agora. Escrevi o texto no bloco de notas porque estava sem net e queria muito escrever o post. Fato é que quando eu conseguir conectar a internet eu pesquisarei mais sobre a música e, quando o post cair na rede já estará completo, então não sei porque estou escrevendo isso. Acho que é porque o blog é meu e eu escrevo o que e como quiser… Enfim, é mais um post sobre música. Sobre mais uma música que significa muito para mim: Bizarre Love Triangle.

Bem, como sempre começo falando sobre meu ‘relacionamento’ com a música. Todo mundo já ouviu Bizarre Love Triangle pelo menos uma vez e já se pegou cantarolando o refrão, mas nunca soube o nome da música e nem a letra… Isso é digamos que fato, porque a melodia do refrão é daquelas que grudam na cabeça e ficam eternamente. E comigo não era diferente. Eu conheci de verdade a música há cerca de dois anos, quando meu pai me levava e ao meu irmão para a escola de carro e a gente ia ouvindo uma rádio que tocava umas músicas mais retrô, e sempre tocava Bizarre Love Triangle, e eu sempre ficava tentando descobrir que música era. Até o dia em que decorei o refrão, digitei a letra no VagaLume e descobri de que música se tratava. Então baixei, decorei e comecei a cantar o tempo todo.

Na época o Blk estava em um protótipo de relacionamento (daqueles do post It Must Have Been Love), então ele mandou a música para a garota e talz, ela gostou, achou meiguinha e talz.

Isso porque eu conhecia a versão do Frente!, a versão mais suave da música, que é a que eu mais gosto. Mais tarde falo sobre a versão original, do New Order. Voltando ao assunto, a versão do Frente! traz um arranjo que hamoniza perfeitamente com a letra e com a voz suave da cantora, o que leva a música a transpirar suavidade e inocência.

Digo isso porque na versão em questão o que eu vejo é uma garota perdida em pensamentos e sentimentos declarando um amor inocente. Uma garota que se sente impotente diante de um sentimento mais forte que ela, que se sente confusa sobre seus sentimentos, e que zela por aquele que ama temendo ferí-lo. Pelo título, ‘Triângulo Amoroso Bizarro’, deduzo ainda que a garota tem um namorado mas está apaixonada por outro. Ela acha que o namorado não é mais quem era antes, mas não sabe se continua o namoro ou se termina e corre para o outro, por ter medo de ferir alguém mais. Sobre o refrão, vejo duas interpretações possíveis: 1-Ela está esperando que o namorado diga que quer terminar o namoro para que ela esteja livre para o outro; ou 2-Ela está esperando que o outro se declare para ela e a faça se sentir segura a ponto de terminar com o namorado.

Aí vai a letra:

Bizarre Love Triangle

Summer, Bernard (Gb 2); Gilbert, Gillian Lesley; Hook, Peter; Morris, Stephen Paul Davi

Every time I think of you

(Toda vez que eu penso em você)

I get a shock right through into a bolt of blue

(Eu sou atingido por um raio de tristeza)

It’s no problem of mine

(Não é um problema meu)

But it’s a problem I find

(Mas é um problema que eu encontro)

Living a life that I can’t leave behind

(Vivendo uma vida que eu não posso deixar para trás)

There’s no sense in telling me

(Não há sentido em me dizer)

“The wisdom of a fool won’t set you free

(“A sabedoria de um tolo não vai lhe libertar”)

‘Cause that’s the way that it goes

(Porque é assim que acontece)

And that’s what nobody knows

(E é isso que ninguém sabe)

And every day my confusion grows

(E a cada dia minha confusão aumenta)

Every time I see you falling

(Toda vez que eu lhe vejo caindo)

I get down on my knees and pray

(Eu me ajoelho e rezo)

I’m waiting for the final moment

(Eu estou esperando pelo momento em que finalmente)

You’ll say the words that I can’t say

(Você dirá o que eu não posso dizer)
I feel fine and I feel good

(Eu me sinto bem e me sinto boa)

I feel like I never should

(Eu me sinto como nunca deveria)

Whenever I get this way

(Sempre que fico desse jeito)

I just don’t know what to say

(Eu simplesmente não sei o que dizer)

Why can’t we be ourselves like we were yesterday?

(Por que não podemos ser nós mesmos como éramos ontem?)

I’m not sure what this could mean

(Eu não estou certo sobre o que isto pode significar)

I don’t think you’re what you seem

(Eu não acho que você seja o que parece)

I do admit to myself

(Eu dmito a mim mesmo)

That if I hurt someone else

(Que se eu ferir mais alguém)

Then I’ll never see just what we’re meant to be

(Então eu nunca verei só o que deveríamos ser)

Every time I see you falling

(Toda vez que eu lhe vejo caindo)

I get down on my knees and pray

(Eu me ajoelho e rezo)

I’m waiting for the final moment

(Eu estou esperando pelo momento em que finalmente)

You’ll say the words that I can’t say

(Você dirá o que eu não posso dizer)

Every time I see you falling

(Toda vez que eu lhe vejo caindo)

I get down on my knees and pray

(Eu me ajoelho e rezo)

I’m waiting for the final moment

(Eu estou esperando pelo momento em que finalmente)

You’ll say the words that I can’t say

(Você dirá o que eu não posso dizer)

Se você desconsiderar o título, você pode usar a música no sentido que o Blk usou com a garota: Um garoto que é muito, muito amigo de uma garota mas acha que o sentimento que ele tem por ela vai além de uma simples amizade, e que está confuso, não sabe o que dizer para a garota. Um garoto que está esperando que a garota em questão diga algo que ajude o garoto a se esclarecer e se decidir sobre seus sentimentos.

Outro motivo pelo qual o Blk mandou a música para a garota é porque a garota tinha um namorado… E ela havia dito que sentia coisas parecidas pelo Blk e pelo namorado. Então o Blk mandou a música para tentar levá-la a se decidir (ela estava mesmo confusa sobre terminar ou não o namoro para ficar com o Blk). Bem, a música se encaixou perfeitamente. Mas o resultado não foi o esperado. Ela decidiu terminar com o namorado, mas acabou não terminando, mas depois terminou, mas a amizade entre ela e o Blk falou alto demais.

Eis o videoclipe da versão do Frente!:

A canção faz parte do álbum ‘Marvin The Album’ do Frente!

Capa do ‘Darvin the Album’

O single foi lançado pela banda inglesa New Order em 1986, havendo uma versão incluída no álbum ‘Brotherhood’. Mesmo sendo um dos singles mais famosos do grupo, não chegou a entrar nos Top 40 nem no Reino Unido nem nos Estados Unidos.  Na Inglaterra, Bizarre Love Triangle chegou no máximo à 56ª posição. Nos EUA, a canção falhou em estourar na sua versão original de 1986, mas sua popularidade passou a subir. A música se tornou popular nos EUA nos anos 90, chegando a uma aparição casual na parada de singles da Billboard em 1995. Na Austrália, chegou à 5ª posição nas rádios.

E esse é o videoclipe original, do New Order:

O videoclipe (da banda New Order) foi dirigido pelo artista americano Robert Longo. Os destaques são pequenas cenas de um homem e uma mulher em uniformes voando através do ar como que propulsionados por trampolins, o que é baseado na série de litografias “Men in the Cities” (Homens nas Cidades) de Longo.

A versão mixada do single trás um som mais limpo e com mais efeitos eletrônicos do que  a versão do álbum, notavelmente o estúdio Fairlight CMI, o primeiro estúdio em teclado de amostragem dos anos 80, acostumado a providenciar sons de novelas, como os hits orquestrais que eram tão populares, mas também para sequenciar a canção. Todos os instrumentos exceto o baixo e a voz foram sequenciados.

Uma versão alternativa aparece na trilha sonora do filme de 1988 ‘Married to the Mob’.

Há várias versões cover de Bizarre Love Triangle, por artistas como  Even As We Speak, Manitu, Devine and Statton, Tony DeSare, South, Rookie of the Year, Apoptygma Berzerk, Stabbing Westward e Charlotte Martin.

A banda australiana Frente! lançou uma versão acústica da canção em 1994; foi o maior sucesso da banda em todo mundo. E, em minha opinião, é  a versão cujo arranjo harmoniza melhor com a ideia que a letra da música passa.

A canção também foi remixada em 2005 por The Crystal Method (para o álbum Community Service II) e por Richard X (para o single do New Order ‘Waiting for the Sirens’ Call’).

Foi refeita em chinês com a versão cantonesa de Amanda Lee e a versão em mandarim, por Sandy Lam,  ambas sob o título “一個人 / Yī Gè Rén” (“One Person”). Olha só! Como o Blk tem um nível básico de mandarim, ele sem ler os ideogramas e nem o pin yin (transcrição no alfabeto romano do som dos ideogramas), tendo lido somente a tradução, deduziu que seria Yī Gè Rén o nome. Yī  significa um, Rén significa pessoa e Gè não tem um significado, é como que um artigo ou algo assim. Para pessoas é Gè, para alguns objetos é Zhī (não estou certo sobre o acento) e por aí vai.

Sim, o Blk retardado achou a versão em mandarim pela Sandy Lam. E, para quem for louco o suficiente, a letra:

从皮包里抽出我们的照片
沙发要移到客厅的另一边
晚饭后你可以多抽几口香烟
已经没什么人会埋怨
晴天阴天今天又是星期天
唯一的打算是醒得晚一些
反正我不知道怎样打发时间
出门或不出门没差别

一个人 到底应该睡右边或左边
两个人 连一次争吵都值得纪念
一个人 偶尔感到寂寞在所难免
你的气味还留在枕头边
一个人 我重新适应一切不方便
两个人 不一定就成全一个世界
一个人 关灯看见记忆的横切面
没有光线过去那些情节更明显

晴天阴天今天又是星期天
唯一的打算是醒得晚一些
反正我不知道怎样打发时间
出门或不出门没差别

一个人 到底应该睡右边或左边
两个人 连一次争吵都值得纪念
一个人 偶尔感到寂寞在所难免
你的气味还留在枕头边
一个人 我重新适应一切不方便
两个人 不一定就成全一个世界
一个人 关灯看见记忆的横切面
没有光线过去那些情节更明显
更明显

Vou tentar traduzir pelo Google… o resultado melhorado pelo Blk é:

Tirado fotos nossas da bolsa
Indo do sofpa ao outro lado da sala
Depois do jantar, você pode gastar mais alguns bocados de cigarros
As pessoas nada terão a reclamar
Hoje é um domingo nublado,
Quero apenas acordar mais tarde
Enfim, eu não sei como passar o tempo
Não houve diferença ou não sai

Uma pessoa deve dormir à direita ou à esquerda no final
Entre duas pessoas até mesmo uma discussão é memorável
Inevitável que uma pessoa se sinta solitária, por vezes,
Seu cheiro ainda está no travesseiro
Mas mesmo que não seja conveniente estar só, tenho de me adaptar a isso
Duas pessoas não pode se tornar realidade
Para ver suas memórias uma pessoa precisa de luz
Sem luz, essas circunstâncias foram mais evidentes no passado

Hoje é um domingo nublado,
Quero apenas acordar mais tarde
Enfim, eu não sei como passar o tempo
Não houve diferença ou não sai

Uma pessoa deve dormir à direita ou à esquerda no final
Entre duas pessoas até mesmo uma discussão é memorável
Inevitável que uma pessoa se sinta solitária, por vezes,
Seu cheiro ainda está no travesseiro
Mas mesmo que não seja conveniente estar só, tenho de me adaptar a isso
Duas pessoas não pode se tornar realidade
Para ver suas memórias uma pessoa precisa de luz
Sem luz, essas circunstâncias foram mais evidentes no passado

Mais óbvio

Aí vai a mesma cantora em uma gravação ao vivo na qual ela canta em inglês (falo naaada, comentem aí suas reações espantadas).

Saiamos dos devaneios loucos do Blk…

Brandon Flowers do The Killers tocou o solo de Bizarre Love Triangle no piano em uma série de shows,  como se pode ver em uma série de vídeos que circulam no YouTube, e é claro que  eu colocarei um deles aqui:

E aqui vão mais algumas versões que eu gostei:

(Aparentemente essas duas dos primeiros vídeos eram concorrentes em um concurso do estilo do American Idol.)

E, por último, a Pitty:

Bem, infelizmente o Blk (e a amiga dele que ajudou nas pesquisas porque ele estava digamos que sem internet) não achou (acharam) maiores informações sobre a versão do Frente! e nem sobre o videoclipe deles, mas o post ficou o mais completo que eu consegui.

Esse post vai para a Naty, porque ela é muito minha amiga e perdeu o tempo dela fazendo pesquisas para eu escrever o post.Bem, é isso.

Ouçam, comentem, divulguem, critiquem, sugiram… Enjoy!

2 pensamentos sobre “Bizarre Love Triangle

  1. Fred disse:

    Legal esta música. É uma das minhas favoritas. Só uma pequen correção o que ela fala na segunda frase da musica é: “I get a shot right through into a bolt of blue” (“Eu sou atingido por um raio de tristeza” – blue neste caso tem o sentido de tristeza). Excelente post sobre a musica. Parabens!

  2. MrBlk disse:

    Corrigido ^^ Gracias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s